segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Das Katitas!!

!!XARÁ!!

Quando as Katitas nasceram
Seus pais lhes disseram:
_Vão, Katitas, serem pedras na vida!
Pedras nos sapatos, desta gente desavergonhada.
Pedras nos intestinos desta gente mal-amada.

Quando as Katitas nasceram,
Suas mães lhes disseram:
_Vão, Katitas, serem pedras na vida!!
Pedras preciosas, que não perdem o brilho.
Pedras lapidadas, de muita gente sonhada.

Quando as Katitas cresceram,
Encontraram-se e disseram:
_Vamos, Katita, que vamos!!
O brilho da eternidade está à espera.

Entreolharam-se e descobriram,
Nas pedras dos caminhos,
De muitos Drummonds nos espinhos,
muitos anjos, muitos ninhos.

Olharam e vislumbraram...
Outras pedras com tal brilho
Preciosidades escondidas em:
Ametistas, Brilhantes, Topázios, Turquesas,
Esmeraldas e Ônix,,, raras Belezas...

Então de pedras intestinais
De dores, de tantos ais...
Riquezas de não se esquecerem jamais!
Porque a vida é: dura, dura, dura,
Mas brilha, tal qual diamante.

Aeee... Viva!!
K.t.N

Um comentário:

Kátia disse...

Que a linda poesia!!!

Com certeza serve muito bem para nós...as Katitas...
Sempre tentamos fazer nossa parte com garra, alegria e muitaaaaaaa coragem....

E vamos q vamos Xará!!! Nascemos para brilhar.... Vida dura né amiga! rsrsrs..

Beijoss e continue escrevendo tão bem assim...Lhe desejo tudo de bom!!!
Da sua amiga do Sul... Kátia