domingo, 21 de novembro de 2010

& e &


Entre Perdidos e Achados,

Resgatado.

Lato & fato.

k.t.n.&

domingo, 14 de novembro de 2010

KÁTIA & VALSA

George Moran e Vítor Bezerra

Grav. por Sílvio Caldas

São noites de vigília
Noites que não têm fim
Em que não penso em mim
O amôr é a própria vida
E a vida nós dois
Vem a saudade depois
Kátia, Kátia
Meu sofrer acalma

Como dói minh'alma
Nesta solidão
Kátia, Kátia
Ah si tú soubesses
Ah se tú quisestes
O meu coração
Eu daria tantos, tantos beijos
Vibraria o corpo de desejos
Kátia, Kátia
Eu sou tão sozinho
Quero teu carinho
Tens meu coração.

Intertexto

Paisagens são viragens, serpenteiam e sapeiam e caem em limos.Rebordam, transbordam, entornam e tornam.:)
k.t.n.


Felipe StefaniWender Montenegro
‎"apaga os astros e descerra as pálpebras", "até que as chuvas possam ser colhidas..."

e assim as margens se redobram nas entranhas das luas... :)


Kátia Torres

Nâo posso descerrar as pálpebras.
È cedo ainda.

Espero as chuvas regarem o pranto,
Depois colher um tanto tanto de encantos! ***
E nas entranhas sofríveis banho de lua e chuva de prata!

sábado, 13 de novembro de 2010

Passagens

Paisagens são viragens, serpenteiam e sapeiam e caem em limos.

Rebordam, transbordam, entornam e tornam.:)

k.t.n.*

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Euforia



René Magritte

O eu-espelho abriga o teu nome que passa e de passagem
pede de graça ou de pirraça: "_Garçom: um trago a mais desta água!"
Eis que vira e passa e destoa e se vira e reviravolta e meia despenteia,
E o que pranteia sombraceira se remete ao espelho de viragem.

E inverte em climas absurdos fantasias, fantasmas e querias.
E enlanguesce a face primitiva, alinha, respalda e aprimora e tece e lima.
Em formas rústicas a face nobre e simples, os olhos teus gentis em eu-espelho,
Alma minha em face eterna premiada busca no fundo o poço, a raça e a graça!

De primeira!!!

:)

Viva-face!
k in euforia

domingo, 7 de novembro de 2010

À Fada dos meus dias!


Ganhei um pacotinho de uma fada-madrinha.
Fada varinha de condão.
Traz enorme alento ao vasto mundo cardíaco-coração.
Encobre as linhas rotas do meu rosto vão.

Minha linda Fada não pude ver.
Outros dias virão e o teu sapatinho de cristal,
sem machucado etc e tal,
permitir-nos-à, através da mágica convocação.
Estar a teus pés e encalço até,
passeando nos grandes calçadões de sampa.

Desde a Casa das Rosas até a Paulista.
Desde o antigo ao mais moderno.
Desde os museus e arquiteturas barrocas,
centrando na praça, Livraria Cultura.
Um bom gole de sorvete, pequeninas travessuras.

k.t.n.*


Tua enorme amiga "pequenina"

segunda-feira, 1 de novembro de 2010


Roubei esta imagem para brincar de rosa.
Espantar mau humor, rumores.
Trazer capital nascido em amarelinhas puladas.
Na corda-criança meu sonho roubado.

Lembranças sãs, amores idos.
Lembranças mães, lembranças irmãs.
A minha corda. A vida. As crianças. As amigas.

As pessoas. Os crescidos. Os meninos e as meninas.

k. ***

*&*

http://lh4.ggpht.com/_s6hDuSAG6IQ/TLIvQYDgpBI/AAAAAAAAErU/rctUQpA7a04/s400/os21-34.png


Roubei esta imagem para brincar de rosa.
Espantar mau humor, rumores.
Trazer capital nascido em amarelinhas puladas.
Na corda-criança meu sonho roubado.

Lembranças sãs, amores idos.
Lembranças mães, lembranças irmãs.
A minha corda. A vida. As crianças. As amigas.

As pessoas. Os crescidos. Os meninos e as meninas.

k. ***

PPP

PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO - PPP

O Projeto Político Pedagógico - PPP é a construção coletiva da identidade da escola pública de qualidade que pressupõe um projeto de sociedade, de educação, de cultura e de cidadania, fundamentado na democracia e na justiça social.