sábado, 16 de maio de 2009

Alegria

Hoje a alegria em festa, beijo em testa, muita paz, muito ar, muita vida.
Hoje respeito dobrado, de vinte e cinco anos guardado, a hora chegou.
Demorou, concretizou!
Na imensa fome de gente, na imensa ternura.
No acentuado da singeleza um bem cuidado tornando às faces,
................a liberdade.

Dia pleno, certeiro, alvissareiro, inesperado, nos óleos tropicais do teu olhar.
Na bagagem leve de se levar.
Na inutilidade do que há de no caminho de se deixar.

Embalando as friorentas, emprestando ao corpo às bocas sedentas,
do guardado especial, para dias de festa.
Somente tênis e camiseta. Somente.
Nada dos oficiais, dos vestidos de tafetá afetados.
Nada.

Tudo deixado.
O beijo levado para sempre.
No teus lábios de promessa.

Hoje, só hoje e para todo o amanhã.
Esta grandeza, este conquistado está, enormemente, trancado!

k.t.n.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Vôo

Hoje irei de 'poetinha', alma leve, fluindo no ar.
Hoje nada de complicação, frases simples, frases feitas.
O mesmo lugar, o mesmo passado, os mesmos sentimentos.
As notas soltas, os laços, as luas, as nuvens...

Hoje irei de 'poetinha'!Copo na mão, amores e teores.
Mar, violão e paixão. Hoje!
Principalmente, hoje, deixarei os melodramas, as cintilantes
Descruzar os navios, encaixar no cais âmbar-citrino da flor da manhã.


Guardarei os pesados, os estalidos, as estridências, o entre-dentes,
o sobrancelho, as pestanas.
Abrirei os olhos enormes, os cílios cingidos de par em par.

Hoje sentirei esta paz, esta rede de deitar, o aroma cacau da delicadeza.
A certeza da beleza.
Hoje estarei Vinícius, poeta de bar em bar!

k.t.n