segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

A flor

Eu e a flor!

Que não teci,

Estado de

Adoeci.


Rebelde cala,

Instala caules

Folhas caídas,

Ausentes frutos.



As mãos opacas / 

se amolecaram / 

Encrudescidas / 

Falharam /

 Poesia calou / 


Flor faltou /

 Faltou amor /

 Dor no peito /

 Lembranças fatos / 

Jaz o amor. /


/
 A flor calou / 

O jardineiro foi-se
 
/ Espinhos talos secos / 

Não desenham coração /


O giz molhou /

 A mão da 
flor /

 Acobertou pó e calor /

 Que era da menina? /

 Sorriso falhou / 


Olhos secaram / 

Saias encurtaram / 

Por causa da flor.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Pedacinhos

Resgatando sorrisos! Encontros de mim, paz e serenidade. Do jeitinho que mais gosto. Simples assim.

Amor

O jeito é deixar o amor bater! Emoticon smile

Fora de rota!



Fora de rota, fora de circulação
Fora dos eixos, das atualizações.

Tudo antigo e efêmero como a gota d'água que se perde no Oceano.
O vazio, imenso, intenso, esburaca, esbugalha olhos.
Arranca suspiros cansados, mesmo quando a noite é de Carnaval.
O que circula no sangue, nas veias inchadas, nos pés calosos.
A linfa que escasseia, torna-se noturna, entope canais.


Aonde quer que vá!
Aonde quer que vá!

Sem bússola, sem direção, pensamento roto.
Sem fala, sem vocação, sentimento morto,
Não venha ressuscitar, nem me falar.

Não ouço.

Não vejo!

Não falo!

Foi-se o tempo... foi-se... passou, não circula mais.


k.t.n. in adeus.