sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Estrelas enluaradas


Pintando para você:
com a naturalidade infantil,
a mais bela estrela enluarada.
A face do fogo, desconcertada.
Esta dinamite pétrea avantajada,
esfacelada em pétalas de pinceladas.

Feliz 2012!

k.t.n.* in ternura pura

será

E se tenho a vida, a vida será
E se vier a morte, a morte verá!

k.t.n.* in solilóquio

sábado, 3 de dezembro de 2011

varanda

Vi a tua varanda
Tua varanda vazia
Sombria vazada
Na noite enluarada.

Teu nome na calçada
Partes abertas
Em panos retirados.
A calça, o jeans, o blues.

Tudo heavy metal
Pauleira danada
Na varanda vazia
Na grade sombria.

k.t.n.* in avarandada