Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Réstias

Me dá um raio de noite / para dizer-lhe que beleza é esta / que caminhos diferentes acompanham / talvez uma faísca abrasadora / uma réstia de luz que penetra em qualquer telha / Dá-me então, suas mãos fortes e lúcidas / encantadas de estrelas / observatório de luas. E esta festa toda, carimbada do rubro afeto / desencadeará na noite eclipse lunar / pedras e seixos rolando / até que o dia abrasador estenderá o fogo fátuo e preciso.  k.t.n. in volta.

Quem?

Quem é você que veio / No meio desta meia-noite soturno / Cabras deslocadas em pastos sombrios / Uma recalculagem de espadas e espinhos / pontiguadas feras soltas no intervalo deste sono :

Prata e rosados

Imagem
Meus olhos prata derramam-se em talheres de cozinha taciturnos. 
O brilho ecoa pela sala, traz respostas imediatas, brilhantes. 
Um limo de amor eternizante pelo caminho.
 A seda era carmim. 
Os lábios rosados e os brilhos prateados.

. :) Incendeiam amor! 

Gato!

Imagem
É noite! 
O gato me espreita 
e eu espreito o gato. 

Não sei em qual rua, 
mas sei que está lá 
e me olha 


e eu o procuro, 
gato dos meus olhos.

k.t.n in dias*