domingo, 18 de setembro de 2016

Nota



O cérebro, este ativo inimigo, faz nascer e morrer incessantemente. 


Quero-o fora de mim.




 Inspirada no texto do poeta Luís Filipe Sarmento.

Nenhum comentário: