domingo, 8 de março de 2015

Mulher II

Mulher, teu nome principia na palma de nossas mãos.
Muitas Marias concebidas e em nome do Rei nosso perdão.
Atiramos ao fogo a lenha que acende amor, lágrimas e compreensão.
Divinamente belas, divinamente personificadas, divinamente divas.

M de Marias, V de vitórias, C de Cecílias e Celinas,
Num alfabeto inteiro não caberiam tantas cedilhas e letras.
Tanto trabalho e afeto, a dor combatida, a alegria rendida.
Mulher, sou mulher! Na forma do sexo, no jeito de ser.

Somos mães, esposas, companheiras, professoras, certeiras.
Olfato, tato, visão e paladar, sinestesias sem fim.
Vida de mulher é assim: um sentir-se plena e faiscante nesta plenitude.
Um orgasmo na Terra, um olhar para o céu, nem sempre serenas.

Atribuladas, guerreiras, dos filhos a primeira, santa concepção.
A ti, neste "teus dias", flores, amores, paz e encantamento.
A vida decide, você fica, pois permanece no amor.
Permanece porque acredita, é forte e lancinante.

Mulher, parabéns!!

k.t.n.* Sou mulher!

Nenhum comentário: