domingo, 9 de fevereiro de 2014

Vermelha básica


Sexta-feira, fui para a escola dar aulas, para a turma da tarde, vestindo camiseta vermelha, bermuda no comprimento escolar e óculos de sol. Tudo muito básico para uma tarde adamantinense, mas para minha surpresa foi um auê, pois os alunos, maioria alunas, diziam que a professora chegou "divando". Resultado: logo no início da aula, aprendi com eles o significado do verbo "divar", que está se propagando na linguagem informal. Também, aprendi o poder de uma "t-shirt" básica vermelha. Não reparem no vocábulo inglês, depois do "divando", senti-me no direito de usá-lo, ao invés de dizer simples camiseta vermelha. A tal vermelhinha, comprada numa loja sem griffe, aos olhos dos pupilos mostrou-se valiosa. Acho que foi o efeito de eu ter dormido muito bem, antes de ir para a escola dar as referidas aulas. 


k.t.n.* in crônicas do dia inteiro. aproveitando o calor de Adamantina.

Nenhum comentário: