domingo, 10 de março de 2013

Para Andressa !

Para Andressa !

A meiguice se plantou no seu rosto
Deu voltas e ondeou plantações
Conversou na infância das crianças
Trouxe paz, alegria, amor.

E as horas do tempo deixaram faces saborosas
Qual fruta madura ainda no pé
Firmes exalando o aroma, cores fortes
Colorindo ramas e folhas e galhos.

E no rosto de maçã a boca salta
Os olhos atentos brilhantes saltam
Saltam os dentes vivos.

E a meiguice do queixo se encaixa
No desprendimento de moça.
Tão moça e pequena mulher, Michel Andressa Carvalho!

Da tia Kátia! Carinho!!

Nenhum comentário: