segunda-feira, 18 de março de 2013

A alegria há de voltar!

Nada é para sempre.



Objetos se movem.

Atitudes se renovam.

Amores vão e vem.

Um país não é somente um país

É um mundo construído sobre pontes de concreto.


A vida espera mais para nos brindar

Damos o que se pede.

Recolhemos o que é nosso.

Se, por vezes, a alegria falta é para voltar intensa, insistente e radiante!



Habemus alegria!



Nosso fígado agradece!

Nossas noites enternecem.

Nossas roupas se levantam,

Do guarda-roupa e nos acompanham.

O arco-íris se forma no arrebol chuvoso,

Esplendoroso disse que fica.

E o eterno se desprende e nos dignifica.

Somos Teus filhos, todos!

A alegria prevalece.

Ad valorum.



k.t.n.*

Nenhum comentário: