quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Palavras ao mar



A paz vem pelas palavras. Precisamos escrever. Muito. Todo dia e dialogar, discutir para estabelecer a paz. A aparente calma não é paz. O lago obscuro carrega no seu interior gérmens de agonia. O mar revolto transcende nossos pensamentos e reelabora nossas palavras, pois as leva e as traz. Num continuum. O mar é amigo das palavras. Joguemos palavras ao Mar e não ao vento. 












k.t.n.* in palavras, 


palavras, desatando nós.

Nenhum comentário: