quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Cedilhas

Preciso de poesia

Muita poesia, 

sangrar minh`alma destas palavras todas. 

Chorar abecedários e frases tolas.

Sair pelos poros as cedilhas, 

investir em letras minúsculas e Maiúsculas. 


Decidir. Reagir. E ouvir. 


O clamor que desce do peito, 

as notícias do tempo

e sem jeito,

jorrar palavras,

 jorrar vontades, 

sentimentos,

 pensamentos de a m o r. 




k.t.n.&

Nenhum comentário: