terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Súbito

Meu Deus, a vida está assim>assim>
Muitas pontas nesta Terra redonda)
Como apronta?!;))
Dá um tempo, aí!
Deixa vir, deixa vir, como seguir?

>>>

Descerra o meu caminho,
Faz favor, um só, sozinho.
Tira todos estes ninhos.
Novelos todos, raros espinhos.

>>*>>*>>*****>

Ataca-me a fronte, pendo e caio.
Mas se a Terra é redonda))
Desmaio!
No pôr-do-sol, viro a cabeça,
Contorno o arco-íris e eis-me aqui,
Perdida de mim!

>>>*>>>*>***

Meu Deus, meu Deus!
Faz um favor prá mim?
Afasta todos estes,
Deixa-me sozinha de mim.

k.t.n. in súbito

Nenhum comentário: