segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A rosa

Venha a rosa.
Venha a flor.
Venha o povo
Em seu louvor.
Estrague o passo.
Estrague o fato.
Estrague o líquido.
Estrague o inútil.
Aprofunde-se na vida.
Aprofunde-se na lida.
Aprofunde-se em você.
Nade contra a maré.
Nade reme ao remo.
Nade em frente.
Intente, invente.
Inteire-se e vence.
E venha e venha.
Licor dos licores.
Amor dos horrores.
Mas nas mãos a rosa.
A rosa plena.

k.t.n.*

Nenhum comentário: