segunda-feira, 25 de abril de 2011

Setas>>>

Siga o meu caminho, siga a seta.
Siga sozinho!

Enrole novelo e ninho,
Enovele a festa,
Enrole sozinho!

Embale balas molhadas,
Desembrulhe as embrulhadas,
Esbugalhe-se sozinho!

Menino, que é feito do cadarço,
Onde escondestes o cadafalso?
Acaso és miragem!

Não, sou não!
Aviação levou ladrão, trouxe a tormenta que arrebenta, fez aço, navalha e pó.
Extrema unção, ungido e só.

k.t.n.* in festa

Nenhum comentário: