sábado, 2 de abril de 2011

n o i t e *

É no silêncio dos refolhos d'alma
O vislumbre de formas sutis visita
Uma forma amarela e dissonante
Transforma em gotas discretas

Verdadeiras paragens oníricas delirantes
Perfumes delicados e presentes
Em formas várias, em lances
Enlaço pensamento e levito nos momentos.

k.t.n.

Nenhum comentário: