sábado, 20 de março de 2010

b r a n c o ( em construção... )

Branco que anuncia a paz, branco que renova energias
Branco brando e firmamento, branco pleno e sereno,
Ilumina e purifica, enlarguesce, rejuvenesce, faz festa e fantasia,
na cambraia de todo dia.

Há matizes sombreando e o branco saboreando.
Há framboesas cristalizadas, sobre o seu colo, branco colo.
Há enfatizadas o bem supremo, a delícia do terreno,
a terracota enfeitiçada, pelo teu charme, eterno charme,
Branco arrogante que esperneia e em frota
Branco supremo que da terra brota.

k. in urgências d'alma

Nenhum comentário: