sábado, 7 de março de 2009

It

Quem poderá deter a minha alma? Quem? Nem eu! Nem ninguém!

É todo dia assim, este lutar, este ficar e ser, este buscar...

Não pára, não para, não para.

Quem poderá me seguir? Quem? Ninguém!

Em quem o espelho? Em quem?!

A refração e ato ligeiro?!

Alguém.

Eu.

Id.

It.

k.

Nenhum comentário: