segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

prosa poética


Venha brindar nesta taça.
Quero todos os cristais, todos os dias.
O dia é hoje, amanhã não dará +;;;
O tempo urge, ... o tempo urge...
Ai do tempo, vamos lá!




Meu novo jardim será assim... limpo, organizado, hora de arrumação!
Casa cheirosa, aroma de lavanda, perfumada, aconchego, bom cuidado...
Convidarei os afetos, a dividir um bom café, tomar edificante chá...
Hora das torradas, dos biscoitos, da mesa posta, da toalha passada.
Lustrar inox, limpar a prata, tirar dos armários as coisas quase mortas.
Renovação, reconstrução...
31/08/2008

Um comentário:

ADEMIR DE SOUZA disse...

Simplesmente, lindo.

Imagina vc. como precisamos disso tudo.

As vezes nos esquecemos dessas maravilhas.