sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Passeio na primavera

















Passeio na primavera

Hoje encarnarei Cecília, sem Peri ...
Falarei das cores, das borboletas e das flores.
Cantarei melodiosos sons noturnos.
Embalarei em seio agreste, lugar seguro.

Um dia, Cecília, um dia na grama...
Sentindo o ar que embala, tocando airosas ramas.
Pedalando pelas campinas, tocando o céu em harpas finas.
Dedilhando em solidão feminina, eternizando o sentir de menina.

Espera a filha, espera a volta, coloca as fitas,
Nas voltas que o mundo dá... !
Cancioneira em brincadeiras de roda...
Cecília, mulher é o que há!

k.t.n.

Nenhum comentário: