terça-feira, 30 de dezembro de 2008

O amor

O amor não se explica, acontece e vem de mansinho. Toma conta da alma e nos aprisiona. É maior que as tormentas, é puro, não aceita mentiras ou meias-verdades, não se acomoda, trabalha. É partícipe da condição humana, sainda da esfera individual.

Atravessa fronteiras, busca o bem-estar, a paz, a elevação d'alma em propósitos na união dos seres. Dele brotam caminhos, transformação, delicadezas, filhos amados na certeza de sua continuidade, visto que é eterno e não pode parar.

Onde há amor genuíno, há luz, muita luz, não há treva que se achegue, pois os raios penetrantes, fortes, alvissareiros a diluem, numa mágica que transcende a nossa compreensão.

Ao homem resta compreender o poder desta mágica, embora o estranhamento e o desconforto, pois mal sabe o que fazer com tal mansidão.

A paz do amor sopra como a brisa da manhã perfumando os cabelos, esparramando os fios, um a um, num grande tecido. E os olhos calmos, agradecidos, absorvem as benesses, filtrando os elementos que chegam às fibras mais íntimas do ser.

Tão perto, tão necessário. Ai daquele encoberto, ai daquele indiferente! Não comunga o que de melhor há e que ainda podemos provar neste Planeta de Regeneração, no sopro sutil da vida.

O teu mestre te ensina, o teu mestre compartilha. É uma prece, vento suave, bate na testa, desce pelo rosto, espraia-se nas espáduas e em teu corpo se aloja, as pernas alonga, repousa nos pés.

"Beija e contempla a face do amor. Beija e contempla do ato o Criador."

... Sou só ternura, sou afeto. O seu gesto em manhã de rosa-pálido. Olhe para o céu e verá a imensidão deste dia, quando descer a noite a primeira estrela testemunhará a teu favor, fria, distante, mas não errante...

Só(u) amor....

k.t.n.

Um comentário:

ADEMIR DE SOUZA disse...

<><><
Há momentos únicos na vida
momentos que não podemos deixar passar ao lado
momentos que não podemos deixar de viver com a intensidade que merecem

Há pessoas únicas na vida
pessoas que temos de saborear com ternura
pessoas que temos de amar com toda a força da nossa alma

Há desejos únicos na vida
desejos que não podemos adiar
desejos que nos consomem até ao limite

Há momentos que não se repetem
pessoas que não voltam a cruzar a nossa vida
desejos que não se apagam...
Só(u) amor?