terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Justiça

Justiça!! O que é? O que será? Qual o parâmetro da tua vergonha? Qual o limite da verdade que te sonda? Justiça, imperfeita, maldita, estropiada pelas nossas dores, desavergonhada, em vãs favores.

Clamas por ela. Debate-tes em vão. Sai da janela. Arrisca-te ao portão.
A Justiça é de poucos, a justiça é de ninguém.
È historia da carochinha, que te contaram pequenininha... pobre cça, acreditou e neste mundo se danou....

Justiça?! De quem?
Nasça novamente, construa outro mundo e participará do banquete provisionado ao que é de direito e ficou guardado.

K.t.N.
18/03/2008

Nenhum comentário: