terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Instante

Ela chegou.
Num átimo.
Num instante.
Parou. Despertou.
Causou e se foi.

Quem ela?
Quem você/?
Quem eu??

Num mundo assim distante.
Um homem errante.
Sem parada.
Sem nada.

Só homem.
Ser.
Fazer.
Acontecer.

Eis o minuto.
Eis a noção.
Eis a causa.
Eis o efeito.

Tão grave defeito?
Quem sabe.
Não fala.
Não diz.
Não condiz.

É nome solto no ar.
É instante ke parou.
É momento ke errou.
É vc ... de novo aki.

K.t.N***

23/02/2008

Nenhum comentário: