terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Dos anos...



*2008*

Com gosto de biscoito na saída
Invertido em pares na despedida.
Deitado, em pé, mais um...
Que pede em seus círculos os ajeitos.

Justiça mais que perfeita,
Harmonia serena em trejeitos.
Aberto a princípio em seu dois...
Fechado em seus círculos, só nós dois.

É assim que se inicia novo período,
É assim que o vemos em nosso ser.
E assim nos enganamos em esferas.
E assim sorrimos, um a um, em longa espera...
Dando as voltas, as quimeras, as partidas e as chegadas...

Em seu rosto, o semblante... da mais doce namorada...
Par a par, ombro a ombro.
Risca o risco, começa o círculo....
Novamente, mais um ano,
Só mais um, dentre tantos...
Enganar-se não é o bastante.
Afirmar-se pe o que resta.
K.t.N.

31/12/2008

Nenhum comentário: