terça-feira, 30 de dezembro de 2008

By Kati

Palavra Puxa-Palavra
Traz teu nome sobrenome
Apelido, cognome.

Palavra Puxa-Palavra
Traz tua fome
Sem jeito, disforme.

Palavra Puxa-Palavra
Traz a rima, ritmo e mote

Silabação, estrofação, vida e morte.

Palavra Puxa-Palavra
Traz à forma o teu nome.
Dos meus versos teus conformes.

,,, prosa e verso, verso em prosa,
em contornos,
Eis meu// nome!!//


By Kati



Ter graça não tem graça

Ter graça da desgraça
É dor que não perpassa
Atravessa, bate na vidraça!!

k.

Entre o amor e a flor
Fico com os dois.
Um abstrato, outro palpável
Um esquisito, outro maleável.

k.t.n

Sou fêmea, não nego.
Ô nego, insisto...
Esquisito, persisto...!!!

Sou fogo, maldito.

k.t.n./
17/03/2008



Ridículas cartas de amor
Pessoa em forma de flor
Esquinas, quimeras em dor.

k.t.n.

Vácuo vazio nada na escuridão
Nada no baú
Rói as traças guardadas.






k.

Sou afável e doce como uma flor
Mas posso ser espinho em dor

De um minuto a outro, um descanso pouco
Talento nato, grito de fato!!

18/03/2008

Sou um problema
Um problema sem tema
Grande teorema.

by k.t.n.
13/06/2008
sem.data
sen tada

a...matriz
e...motriz
a...forma
..amorf.a
de..baixo
do. nariz!

29/06/08


Nenhum comentário: